Loading...
Loading...

domingo, 25 de junho de 2017

Conversa de Mãe


Conversa de Mãe

     Luas, histórias e canções,
Faz-de-conta de não contar;
Ela vem com as percepções
E logo se põe a dialogar,

Conversa por entre orações,
Que ela virá a te adivinhar,
E dizer entre explicações
Qual é o caminho a se trilhar.

É o instinto calmo das nações
Do Imenso universo a afagar
Sem medidas ou pretensões;
Maria chama Jesus ao lar.



sábado, 24 de junho de 2017

Desassombrar


Desassombrar

A conotação musical
Acontece sem esperar
E cria a sensação de espiral
Que contagia a alma a se agitar.

Com intensidade formal,
Obriga-nos a sussurrar
De encontro ao ar, numa angelical
Alegria, uma emoção a passear

Numa poesia que é universal,
Desdobrando-se a  se afinar
À emoção desproporcional,
Que, na alma, vem a se encontrar.

Nesse momento, o trivial,
Desce ao tempo a se transformar
Numa questão fundamental,
E chega para desassombrar.

É o enlevo ao supernatural
Quem cochicha a se aproximar
Numa abstração ao convencional;
E canta a alma a se iluminar. 

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Enfeite


Enfeite

A bondade do ser
É possibilidade
Que permite crescer
E enfeitar realidade.

Esse chão a percorrer
Necessita a vontade,
E se faz florescer
Com espontaneidade.

É se desenvolver.
Com beleza e humildade
Ao que se há de fazer
Co'a sensibilidade.

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Esplendor


Esplendor

Penso calor
E me enterneço
Por predispor

A alma em multicor
E me mereço.
Bordado avesso

De um esplendor;

É um recomeço. 

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Edificador


Edificador

Edifique o dia,
Seja como for,
Ou com alegria,
Ou com por favor

E siga essa via
Com frio, ou, com calor.
O amanhã se avia
Com gestos de amor

E benfeitoria,
Sendo um construtor;
Seja o que seria
Num dia de louvor. 

terça-feira, 20 de junho de 2017

Céus de Cetim


Céu de Cetim

Os dias assim,
Bons e esforçados,
Feitos assim,
Tão delicados,

São, num jardim,
Iluminados,
Sem que haja fim.
São rebuscados

Tons de alecrim
À água dourados;
Céus de cetim,
Cantarolados.

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Pesquisa de Satisfação / Comentário


Pesquisa de Satisfação / Comentário

     Recebo pesquisas de satisfação do consumidor com relação a esse ou aquele produto.
     Eu, sinceramente, gostaria que existisse um cronograma para essa pesquisa, primeiro a entrega do produto e depois a pesquisa. O site é confiável e a loja é correta, mas primeiro o recebimento do produto anotado pela empresa e depois o envio da pesquisa eletrônica  sobre a satisfação do cliente com o produto.
     Recebo outra pesquisa sobre a minha satisfação com o telefone fixo e, de repente eles perguntam se a minha televisão é de plasma, lcd, hdmi ou com tubo de imagem? A minha televisão com tubo de imagem já se foi e faz bastante tempo e eu não tenho cinema em casa, mas ir até a televisão para saber das suas qualidades para responder uma pesquisa de telefonia? É demais.
     Outra pergunta que é cansativa é saber quantos rádios você têm e inclua-se na pergunta todos os rádios de todas as idades, até mesmo aqueles que você deixou de lado por estarem obsoletos, Se perguntassem o que é que eu acho dos MP3 portáteis que têm que se carregados na tomada, eu responderia que os preferia à pilha e que senti muito quando o meu MP3 à pilha deixou de funcionar definitivamente após dez anos de uso.
     Enfim, deixei essa pesquisa pela metade e a outra perguntando sobre o produto, sem fazer.
     A pesquisa para o consumidor, é boa vontade, mas para o proprietário da loja, é muito importante. As pesquisas visam a um melhor atendimento por parte da empresa ao consumidor, não é para ser levada na brincadeira.
     Depois que a gente responde, eles podem mudar as estratégias de vendas, as propagandas, investir recursos em melhorias eventuais.
     Detecto, no entanto, um problema com o setor responsável pelas pesquisas de satisfação. Acompanham o pedido pela internet a empresa e o consumidor. Se a pesquisa é automática, o que custa esperar o site informar que o produto está entregue ao setor de pesquisa. Para que tantas perguntas alheias ao serviço prestado ao consumidor.
     No caso, eu não comprei rádio e nem televisão e, em resumo, eu não tenho que responder a essas perguntas para atender uma chamada telefônica ou realizar uma chamada telefônica. A pesquisa estava interessante, comparativa e competitiva, mas eles estragaram com a vontade de responder. Não tenho motivo para ir até à televisão, virá-la e olhar o modelo e a tecnologia para responder uma pesquisa direcionada ao telefone. A compra da televisão não foi um momento marcante na minha vida, foi uma despesa porque a outra televisão antiga pifou e o conserto era mais caro que a compra de uma nova.
     MP3, desses populares, eu fui comprando e me arrependendo porque a bateria dura quatro horas e eu quero um MP3 que resista à minha vontade de ouvir música continuamente. Eu não gosto de ouvir música ao celular, a não ser que fique muito gritante portar um celular e um MP3 e existem locais onde essa situação  parece mania.
     As empresas de pesquisa precisam ouvir o consumidor também em relação a elas mesmas e o quanto podem melhorar para realizarem uma pesquisa rápida e eficiente.
     Uma das pesquisas responderei mais tarde. A outra, simplesmente desisti e o motivo é a sua complexidade desnecessária.
     Um texto para hoje.